domingo, 8 de novembro de 2015

domingo, 16 de setembro de 2012

Não sabe, uma vírgula!

100 anos da vírgula

Interessante E-mail recebido sobre a vírgula
(Está do jeito que recebi, não confirmei a fonte)

Muito  legal a campanha dos 100 anos da ABI
(Associação Brasileira de Imprensa).


A Vírgula pode ser uma pausa... ou não:

Não, espere.
Não espere..
Ela pode sumir com seu dinheiro.

23,4. 2,34.

Pode criar heróis:

Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.


Ela pode ser a solução:

Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.


A vírgula muda uma opinião:


Não queremos saber.
Não, queremos saber.


A vírgula pode condenar ou salvar:

Não tenha clemência!
Não, tenha clemência!


Uma vírgula muda tudo.

ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.


Detalhes Adicionais:

Se o homem soubesse o valor que tem a mulher andaria de quatro à sua procura.

* Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER...
* Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM...


segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Será que a gente “vamos” bem?

Almoçava num restaurante enquanto ouvia, sem olhar, sem prestar muita atenção, um programa de televisão.

Uma coisa, porém, me fez ficar mais atento ao programa.


É que uma dupla de cantores começou a ser entrevistada... E a 
pessoa que entrevis-tava perguntou algo mais ou menos assim:

“E aí... como é que vai a carreira?”.


Um dos componentes respondeu:


“A gente vamos bem!”


Confesso que fiquei meio confuso. Será que a “permissão poética”
(?) de misturar “tu” com “você” foi ampliada e agora já se pode 

dizer pérolas como “a gente vamos”, ou “nós vai”?


Porque “aonde tu vai” e “onde tu foi” tem muita gente boa 
falando, além de “tirar fora”, etc.

A coisa está séria... “A gente temos que fazer alguma coisa” ou a 
gramática já era...

Será que não estou exagerando muito!? Vai ver que aquele 
entrevistado falou daquela maneira pra mostrar que é popular, que é povão, pois consta que já tenha composto centenas de músicas e vi algumas das suas letras e, sinceramente, não encontrei nenhuma “pedrada”. Assim, não sei se o “a gente vamos bem” foi sem querer, ou sem querer querendo...

Ah, você quer saber de quem se trata?


Não digo... Relato o milagre mais não o nome do santo.


Mas aí vai uma dica: o entrevistado faz parte de uma dupla (dupla 
de dois, como diria o Faxinildo) e a dupla é famosa. Pode-se 

dizer que é vitoriosa.


terça-feira, 12 de outubro de 2010

Pegadinhas infames


As pegadinhas hoje em dia estão na moda. Difícil é o programa de televisão que não apresente a sua. Umas até que são interessantes e inteligentes, outras são repetidas e sem nenhuma graça, outras já foram mostradas em outros canais e outros programas muitas vezes.

Uma das coisas mais chatas nas pegadinhas é o fato de a cena ser repetida várias vezes, querendo dar o diploma de burro ao telespectador, como se ele não entendesse da primeira vez...

Têm aquelas que causam constrangimento às pessoas, como molhar, jogar poeira, causar susto etc. Em suma: fazer o outro de palhaço!...

Será que os realizadores delas não têm discernimento para entender que assustar uma pessoa com uma cobra (embora que seja de mentirinha) poderá causar um problema e levar a pessoa a ficar doente? Será que bater com aqueles pratos de bandinha no ouvido do transeunte desprevenido não poderá levá-lo a um problema de ouvido? O que dizer da mulher grávida ou da pessoa idosa passar pois tais vexames? São perguntas que deveriam passar pela cabeça inteligente e criativa das pessoas do meio...

Tem até programas que se pode classificar como sofisticados que usam desse expediente infame... o que é de todo desnecessário.

Profissões: nomes modernos

 Nomes modernos para antigas profissões

 

Os tempos são modernos e trazem novas formas de expressões, inclusive para antigas profissões, como podemos ver abaixo. (Recebi não sei de quem e estou repassando. Quem souber a  fonte, por favor avise):  

- Especialista em Marketing Impresso (empregado de fotocópias)
 
- Coordenador de Movimentação Interna (porteiro)  

- Coordenador de Movimentação Noturna (segurança)  

- Distribuidor de Recursos Humanos (motorista da empresa)  

- Distribuidor de Recursos Humanos VIP (motorista de taxi)  

- Distribuidor Interno de Recursos Humanos (Ascensorista)  

- Diretora de Fluxos e Saneamento de Áreas (zeladora de banheiros)  

- Especialista em Logística de Energia Combustível (frentista de posto de gasolina)  

- Auxiliar de Serviços de Engenharia Civil (servente de pedreiro)  

- Especialista Avançado em Logística de Documentos (office boy)

- Consultor de Assuntos Gerais e Não Específicos (vidente)  

- Técnico de Marketing Direccionado (carteiro)  

- Especialista em Logística de Alimentos (garçon)  

- Coordenador de Fluxo de Artigos Desportivos (gandula)  

- Técnico Especialista em Saneamento de Vias Publicas (lixeiro)